Hip Hop Rádio

TrappinHell, à boleia num Jurássico Barco

Os rumores eram que uma promotora de festas de trap não iria durar na cidade dos estudantes, mas a verdade é que a Andamento Records excedeu-se no que se trata infiltrar este género musical nas noites académicas de Coimbra. | Por Diana Reis

A festa desta passada sexta-feira, dia 1 de fevereiro, estava esperada começar há meia noite e meia. Contudo, o sistema informático do estabelecimento do Look esteve com vários problemas técnicos durante uma hora e meia. Era de esperar que durante esse tempo todo as pessoas que esperavam impacientes à porta da discoteca se fossem embora, mas faça chuva, faça vento, faz-se a festa. À porta do Look instalaram-se os fãs e os curiosos para verem Yvng Cirius e xtinto e não sairam de lá sem a satisfação de ver os grandes num pequeno palco. 

Durante essa hora e meia haviam colunas, guardas-chuvas, pessoas a cantar os temas e a gritar o nome dos artistas… a festa começou na rua.

Quando finalmente a festa passou para dentro do estabelecimento, o dj set de Stiff já estava a bombar para começar em grande. Quem gostava de trap claramente se sentiu em casa. 

Os concertos começaram por volta das duas da manhã com os artistas da Andamento Records a cuspir umas barras acabadas de sair do estúdio, novos e velhos temas entre amigos e conhecidos da cidade. Entre estes nomes estavam Palazzi, Holympo, Heartless, Shunky, trappers da nova escola mas futuros promissores.

Contudo, por muito bons que estes artistas pudessem ser, o público chamava por xtinto, rapper de Ourém, e assim que este pisou o palco como se estivesse a entrar em casa a festa atingiu o auge. Apesar do artista ter apenas vingado em popularidade este ano, as letras da sua primeira mixtape Odisseia já eram conhecidas do público. O artista provou que tinha potencial como Quentin Milller e o seu Jurássico Barco já não é uma viagem solitária mas sim abarrotada e com direito a coro. Xtinto fez-se acompanhar com Dez, amigo de infância e parceiro na música para cantar a “Íntimo” e ainda nos deu a hipótese de ver Prettieboyjohnson sem que ninguém estivesse à espera. 

Infelizmente, na hora em que Yvng Cirius subiu ao palco, meia multidão deu a festa por terminada, porém o artista marcou a sua presença com uma atuação energética e em família, com dois dos seus companheiros. Quem não conhecia, passou a conhecer mas quem ficou só estava à espera do dj set de TrillSeco para acabar a noite na companhia de um bom beat

Leave a Comment