Há muito Stock de Hip Hop na Avenida da Liberdade

Não é novidade que no panorama dos festivais em Portugal, o Hip-Hop é presença assídua e obrigatória, de Norte a Sul, contribuindo para a proliferação do movimento, e o Super Bock em Stock não foge à chamada, trazendo inúmeros nomes que enaltecem o Hip Hop nacional. 

O festival que enche o coração de Lisboa, nos dias 22 e 23 de Novembro, começou por anunciar, no que toca ao Hip-Hop nacional, a presença de Slow J. O músico irá atuar naquela que é um das salas mais emblemáticos da capital, o Coliseu dos Recreios, o palco central do Super Bock em Stock, depois do mesmo ter lançado o seu novo álbum, “You Are Forgiven”. As confirmações, claro, não ficaram por aqui. 

A programação do Bloco MOCHE, acolhido pelo Capitólio, vai contar com muito Hip Hop, repartido entre 3 cenários, nomeadamente o Bloco Moche Lá Dentro (Cine-Teatro), o Bloco Moche Lá Fora (Bastidores) e, por fim, o Bloco Moche Lá em Cima (Terraço). 

No Bloco MOCHE Lá Dentro, vão marcar presença Cálculo e Curadoria Ciência Rítmica Avançada, com Amaura, Bambino, ORTEUM e Perigo Público X Sickonce.

Para além das novidades nacionais, a nível internacional, já confirmado, conta-se que Col3trane traga para o Parque Mayer os seus temas confessionais e escuros. 

Outro espaço onde também se vai respirar Hip Hop nacional é no Bloco MOCHE Lá Fora, localizado nos Bastidores do Capitólio, por onde vão passar Keso e João Tamura.

Fechando a programação, no topo do Capitólio, mais propriamente no Bloco MOCHE Lá em Cima, estarão Tiago Castro e Ricardo Mariano, os DJs da Rádio SBSR, que serão os responsáveis por encerrar a noite, com vista para a avenida mais imponente da capital.