Um ano de “Rap Consciente”, anestesia lírica e um baralho de cartas

Foi há precisamente um ano que “Rap Consciente” e “Poder” fizeram retornar um Valete do “abismo sem retorno”. Neste baralho de cartas mutável e inconstante que é o rap, onde o melhor MC está sempre à mercê da justiça poética de cada um e as rimas são ora moda, ora abalos progressivos na estrutura dita “normal”, …

Um ano de “Rap Consciente”, anestesia lírica e um baralho de cartas Read More »