Hip Hop Rádio

nastyfactor

“Boo” junta Cálculo e Nastyfactor

A menos de uma semana do lançamento do seu novo álbum “Royale”, Cálculo tem um novo tema. “Boo” saiu hoje e é uma colaboração com Nastyfactor.

Cálculo foi o responsável pela produção, captura e mistura e dividiu ainda o processo de escrita com Nastyfactor. “Boo” conta ainda com Ariel nas teclas e Janga na masterização. O videoclip foi realizado por T.Zimmermann.

O tema já se encontra disponível nas plataformas digitais. De recordar que o álbum “Royale” de Cálculo chega no próximo dia 7 de maio.

Nastyfactor revela novo single

Nastyfactor tem um novo tema na rua. “MM Freestyle” é o som que sucede a “Já Não Sei Amar”, este último divulgado anteriormente pela Hip Hop Rádio.

Ao contrário dos seus últimos dois temas, que surgiram em parceria com Prizko, desta vez Nastyfactor surge a solo. Aliás, a letra, mix, masterização e gravação da faixa são exclusivamente da autoria do artista.

“MM Freestyle” já se encontra disponível nas plataformas digitais.

Nastyfactor lança mais uma faixa com Prizko

Nastyfactor disponibilizou mais um tema criado em parceria com Prizko. “Já Não Sei Amar” sucede a “MOB”, tema noticiado pela Hip Hop Rádio na altura do seu lançamento.

Os versos são da autoria de Nastyfactor e Prizko. A produção, gravação e masterização têm a assinatura de Prizko apenas.

“Já Não Sei Amar” já se encontra disponível nas plataformas digitais. Assiste ao videoclip no vídeo abaixo:

Nastyfactor junta-se a Prizko em “MOB”

“MOB” é o novo tema de Nastyfactor. A faixa, que já se encontra disponível nas plataformas digitais, surge em colaboração com Prizko.

A letra deste tema tem a assinatura dos dois intérpretes, sendo que a produção, gravação, mistura e masterização do som esteve a cargo de Nastyfactor apenas. O videoclip é da autoria de AJ.

Esta não é a primeira vez que ambos colaboram num tema. Em novembro de 2020, os dois lançaram “Vila”.

5 álbuns que marcam 2020

2020 tentou deixar-nos um sabor amargo, mas felizmente tivemos vários elixires para enfrentarmos este ano com outro gosto. Esta é uma seleção interna da equipa Hip Hop Rádio. Dezenas de trabalhos passaram pelas nossas emissões, foram anunciados pela nossa redação. Elegemos apenas cinco, cientes da subjetividade que a arte acarreta: cinco álbuns que se destacam e marcam o ano, de uma forma ou outra, com todo o espaço para dúvidas. Obrigado por mais um ano sintonizados na única rádio nacional de hip-hop.

“A Vida Dos Felizes” – Nastyfactor


O álbum de estreia de Nastyfactor é uma “obra completa, dotada de escrita crua e intimista, e de beats cativantes, para ouvir com atenção”, apontou Beatriz Freitas assim que o álbum viu a luz do dia. O artista “leva-nos numa viagem autobiográfica, com paragens de cariz altamente confessional, em faixas como “Skit“, “Cinzento” e “Velocidade Cruzeiro”, onde se podem ouvir sentidos desabafos e confissões”. Num ano que nos deixa várias marcas, Nastyfactor estreia o seu primeiro álbum e aponta cruamente o preço a pagar para viver em plena “Vida Dos Felizes”.

Gota D´Espaço” – Toy Toy T-Rex


“Boas vibes (…) um estado de espírito alegre (…) versatilidade”. É assim que adjetiva Carina Ferreira o EP de oito temas (totalmente a solo) de Tóy-Tóy T-Rex, numa crítica publicada em setembro deste ano. “Gota d’Espaço” antecipa o álbum “Cor d’ Água”, previsto para 2021, mas não cumpre distância de segurança. Temas como Mau Tempo ou Tinoni ameçam tornar-se ex libris do artista e o dinâmic o conjunto de canções, divagando, sem saber muito bem o seu lugar entre o trap, o drill, o r&b, pelo espaço e pelo oceano da inspiração artística de Tóy-Tóy T-Rex.

“Raiashoping” – David Bruno


“David Bruno é um artista português que ama o seu país e a sua cultura, com todas as virtudes e imperfeições que lhe são inerentes”. Ninguém melhor que o próprio para estas descrições. “David Bruno é o alter-ego, e ao mesmo tempo, o nome de dB”. E falamos de quem é dB para compreendermos o seu percurso, brindado, este ano, com “Raiashopping”, o seu terceiro álbum – com a continuidade da linha sonora de “Miramar Confindencial” e do storytelling peculiar com que as suas harmonias nos acariciam. Inspirado nas terras raianas da Beira Alta e Trás os Montes, este vídeo-álbum, recheado de “momentos”, é, nas palavras do músico, “uma homenagem ao Portugal dos cafés com cheirinho, das adegas, das lendas, dos emigrantes, das nacionais esburacadas, do presunto, das tainadas, das avózinhas e dos campeões que bebem minis no café em tronco nu nos dias de calor abrasador.” Há portugalidade além de David Bruno; há outra atrás.

“Sinceramente Porto” – Keso


Apollo Brown (e companhia) tinha “Sincerely Detroit”, Keso (e companhia) tem “Sinceramente Porto”, um compilação assente na “identidade do rap portuense”, totalmente produzida pelo Original Marginal, que convidou 35 mc’s e DJ’s da capital do Norte para um tributo à cidade. São 27 faixas, organizadas por ordem de lançamento, com contributos de peso de artistas como Ace, $TAG ONE, Pibxis, Mundo Segundo, Riça, Puro L ou Deau. E é indiscutível a sonoridade: vem com selo de Invicta. Agora Paga-lhe o Quarto.

“System” – Profjam & benji price


“Imortais” – mesmo sem Think Music no caminho. O sistema montado por Profjam e benji price senta-se no banco dos réus para se declarar culpado. O crime? Invasão de propriedade. É um sistema sem fronteiras: não são apenas os flows e as cadências muito características da dupla que o ditam, é o origami dobrado sobre a música portuguesa que os dois artistas elevam um pouco mais a cada colaboração. São onze temas com instrumentais de benji price – a continuação de um percurso de sucesso e a renovação de um sistema que não precisa de luz ou escuridão depois de montado.

Novo álbum de Nasty Factor – “A Vida dos Felizes”

Depois de recentemente ter lançado “Mania” e “Caminha”, ambas acompanhadas de vídeosNasty Factor apresenta-nos agora “A Vida dos Felizes”, uma coletânea de onze faixas, que contam com colaborações de vários nomes como Domi, Prizko e AJ.

Como antecipado pela capa do álbum, que aparenta ser uma fotografia de infância do artista, o próprio leva-nos assim numa viagem autobiográfica, com paragens de cariz altamente confessional, em faixas como “Skit“, “Cinzento” e “Velocidade Cruzeiro”, onde se podem ouvir sentidos desabafos e confissões, sobre os mais variados temas.

“A Vida dos Felizes” é uma obra completa, dotada de escrita crua e intimista, e de beats cativantes, para ouvir com atenção. O álbum já se encontra disponível nas plataformas digitais.

Nastyfactor lança “Eindhoven Freestyle”

Depois de ter lançado “Aperto” no passado mês de agosto, Nastyfactor acaba de disponibilizar um novo tema original. “Eindhoven Freestyle” é o seu mais recente som, criado durante uma viagem do músico até à cidade holandesa.

Como o próprio indica no seu Instagram, a música foi toda escrita e gravada nos seus tempos livres durante a sua curta viagem de cinco dias. Tratando-se de um tema criado em condições diferentes do habitual, Nastyfactor realça ainda que aquilo que lhe dá mais gozo “é esta pressão de querer fazer um som em tão pouco tempo e no meio da azáfama de visitar o maior número sítios.”

De realçar ainda que a gravação deste som foi feita no último dia de viagem, na casa onde o músico estava instalado. “Eindhoven Freestyle” já se encontra disponível nas plataformas online.

Nasty Factor lança “Aperto”

Depois de ter lançado o EP “Terra, Inferno e Céu” no fim do mês de julho, esta sexta-feira Nasty Factor fez jus ao nome e lançou “Aperto”. Dias antes deste lançamento, o artista fez tease do som no seu Instagram, avisando que era uma música mais “atrevida” … e não desiludiu. Com ritmos de verão e rimas sensuais e provocadoras a que o artista nos tem vindo a habituar com sons anteriores, “Aperto” pode muito bem ser considerado um hino de desconfinamento.

Harold apresenta novo single

Depois de “Rua”, um novo tema acaba de chegar ao canal de Youtube de Harold.

“Tu Me Amas” tem instrumental de Lazuli, com mistura e masterização de Here’s Johnny e captação por nastyfactor.

O videoclipe contou com realização, edição e pós-produção de Tiago Policarpo.