Hip Hop Rádio

MOSH PIT CARNIVAL: O Carnaval fez-se ao som de Trap

Chega a tão esperada sexta feira e avizinha-se uma grande noite na casa Lisboa ao Vivo.

O cartaz é de luxo, começando pelos rappers e produtores portugueses: Yuzi, Kappa Jotta, Profjam, Oseias, Rkeat, Djery, NIGGA MOP e o cabeça de cartaz Nafe Smallz.

Por volta da meia noite começam a abrir portas e vai desaparecendo a fila que outrora se criara. Com um ambiente descomprometido DJERY começa a passar uns sons em tom de warm-up para o que se esperava, umas boas horas de festa. O público, embora em número reduzido, mostra-se recetivo e à medida que o ambiente aquece faz-se a passagem para a atuação de NIGGA MOP com os plenitude music a mostrarem sangue novo e trabalhos já lançados.

O warm up está feito, o público está pronto para Profjam desarrumar a casa e passar uma boa vibe como já nos habituou, e também nos brindar com o privilégio de apresentar em primeira mão um som novo, que garantidamente não vai ficar aquém dos seus últimos trabalhos, encerra com um Freestyle acappella, uma demonstração de skill e de poder criativo que lhe confere o já revogado por ele, lugar no topo do game.

Segue-se Kappa Jotta que também e tão bem transmite energia ao público, pede mãos no ar e o pessoal corresponde! Muito love nas barras do grande Kappa Jotta, sejam 300 pessoas sejam 3000 a energia é a mesma.

A entrar com grande adesão e saber tocar nos pontos chave, entra RKEAT, o produtor que nos tem brindado com grandes instrumentais a serem utilizados por Yuzi, foi a grande surpresa da noite, numa postura de DJ, RKEAT dominou o público com variadíssimas sonoridades, do grime ao trap e até passando por vibes africanas.

Rkeat provou que faz festa e que sabe ir de encontro às necessidades do público, produtor a acompanhar nestas lides de DJ, sem qualquer dúvida.

Entra a estrela da noite, Nafe Smallz. Oriundo do Reino Unido, o jovem rapper de 21 anos que já soma alguma notoriedade a nível internacional proporciona um showcase curto e eficaz, a energia do público não chega ao ritmo das atuações nacionais que lhe antecederam contudo emana uma vibe suave para equilibrar o cartaz de luxo com que a Hustler Events nos presenteou.

Entramos na fase final da festa, Oseias e Yuzi estão prontos para começar a desequilibrar a vibe smooth e atinge-se o auge da festa. Yuzi gang no palco dá aquele calor habitual e 400 pessoas presentes correspondem ao fervor que Yuzi carrega. Vários Mosh Pits a dar cor à dinâmica da festa, foram 30 minutos de muita potência.

Yuzi é um dos pioneiros desta onda mumble trap e sem dúvida uma das caras a vingar e a marcar passo nesta vertente. É impossível ficar indiferente à forma como este faz sentir quem ouve e entra nesta vibe.

Artigo: Afonso Ventura @ Tranqui.low

Foto Galeria: Daniel Pereira

Leave a Comment