Hip Hop Rádio

Mad Moves e Flows d’outros tipos

Foi no passado sábado que voltámos ao Pavilhão da feira, em Santiago do Cacém, para a 2.ª festa do ano da MAD. Desta vez o título era MAD MOVES, talvez influenciado pela inúmeras rodas de dança proporcionadas pelo animado público da última festa. | Por Daniel Pereira

A animação esteve lá do início ao fim e em relação ao Hip-Hop, os nomes presentes foram apenas Young Boda e X-Tense. Este “apenas” é completamente falso, pois foram estas as atuações que fizeram a noite.

Young Boda

O DJ residente das famosas It’s A Trap teve a importante função de começar a noite e, se nos primeiros 45 minutos o ambiente esteve morno, a partir daí foi sempre a subir. Eram por voltas das 00h30 e parecia que o relógio batia as 02h30 pois Young Boda meteu todo o público a dançar no início da festa. O DJ da margem sul passou pelo nacional e pelo internacional e foram os temas trap como “Água de Côco” de Profjam ou “Goosebumps” de Travis Scott que puseram todos a saltar. A Mad Moves começou em excelente forma com este dj set .

X-Tense

Era altura do cabeça de cartaz. Hype Mike entra primeiro com o dj set habitual. Apenas músicas de X para dar o mote inicial: “A Fórmula”, “Tudo Ao Contrário”, ou “Voodoo”, faixas que não integram o mais recente álbum do MC, “Rosa Dragão”. Depois, aí sim, entre X-Tense e logo com “TT”, tema que facilmente coloca todos a entoar o refrão. Neste showcase de cerca de 40 minutos, X passou pelas faixas de “Rosa Dragão” e fez do público o que bem entendeu: liderou, brincou e até entregou uma pistola de CO2 a uma fã que fazia anos naquele dia, em pleno palco. “Agora enquanto estiver a dar a música vais às grades e mandas vapor para os teus amigos todos”. A pujança no refrão de “#PIXAGRANDE”, “o momento para as meninas” de “3:33” e a dose dupla com direito a descida às grades na segunda vez de “Narcos” foram os momentos altos do concerto de X-Tense que não ficou indiferente para ninguém.

Foi com um ambiente de autêntico festival que aconteceu a segunda festa da Mad Moves. Nota ainda para o facto de a meio da noite ter havido um corte geral de energia na cidade, que durou cerca de 30 minutos. Resultado: ninguém arredou pé, a luz voltou e a festa voltou como se nada tivesse acontecido, com a mesmo energia que estava antes.

O Alentejo está vivo e a próxima festa já tem data: 30 de março a Mad volta ao Pavilhão Da Feira.

Fiquem com a foto-galeria aqui


Leave a Comment