Hip Hop Rádio

Kyra ao vivo: depois de “Apollo 13”, nasce “Tenebris”

No passado dia 23 de Março Kyra apresentou a sua mixtape “Tenebris” no Barreiro. O jovem da Margem Sul apresentou-se com uma grande novidade ao vivo – o facto de ter uma banda.

No edifício da Baía Tejo (no Barreiro) o público começava a chegar e de alguma maneira não parava, deixando os elementos da banda bastante nervosos no backstage. Mas no fundo, era só “um ensaio com mais pessoas”. Muitas mais pessoas. O público, apesar de algumas excepções, era bastante jovem. E o ambiente estava fantástico. No fundo tocava Phoenix RDC, quando Kyra entrou para começar o espectáculo.

Fizeram uma roda, o habitual grito, e lá foram eles. Sem saber o que os esperava. Sem saberem que aquela noite mudaria as suas vidas para sempre. A banda era constituída pelo DJ Clemente, João Silva na bateria, o rapper Tiago Mina (MindTrigger) na guitarra, Edgar (ex-baixista de uma banda rock) no baixo, e Débora Lopes como backvocal.

Kyra entra com “Travessia”, a quarta das oito faixas que constituem a sua nova mixtape “Tenebris”. Depois o rapper cantou “D.I.A. (Desastres Inspiram Astros)”, antes de chamar o rapper Damaz MC ao palco para cantarem juntos “O Estreito de Bósforo”. Damaz aproveitou e cantou também o seu single “Éden”, com a participação de Kyra. Chegando a meio do concerto, foi hora de relembrar a primeira mixtape de Kyra, com a música “Apollo 13”. Mas voltámos logo a “Tenebris” com “Digger”.

Até que chegámos ao momento alto da noite. Kyra cantou, pela primeira e última vez ao vivo, “Não era suposto”, tema feito para Ricardo Taylor, o jovem motoqueiro do Barreiro que morreu em Setembro de 2018. Sente-se a emoção na voz do rapper, que não resistiu e engasgou-se. Na plateia vêem-se lágrimas, mas rapidamente começam os gritos e aplausos, perdoando rapidamente Kyra por não ter conseguido terminar o tema.

Seguem-se duas músicas com a participação do rapper MindTrigger (que também é baterista na banda do Kyra), “Revira a Volta” e “Contra-Relógio”. E, depois de um solo bombástico do baterista, o concerto entrou na sua recta final com “Tempestade”. Terminando depois com o “Syllaba”, que o público cantou do início ao fim. Seguem-se os agradecimentos, os aplausos, e as memórias de um concerto que tão cedo não será esquecido.

Depois da apresentação da mixtape seguiu-se a After Party, que durou até ás 6h, e contou com os DJ’s Off Lero, Clemente e Yung Mosse.

Kyra (Know Your Rap Alignment), com apenas 18 anos já conta com duas mixtapes lançadas (“Apollo 13” e “Tenebris”), e promete não ficar por aqui. Talento existe, que venha o reconhecimento!

Foto-galeria para ver aqui.

Texto: Leandro Peleja
Fotografia: Marta Dias e Fábio Peleja

Leave a Comment