Hip Hop Rádio

Kadypslon: “Estou apenas a oferecer a minha existência à cultura, não procuro nada em troca”

Kadypslon começou a escrever apenas com 13 anos, mas só mais tarde é que sentiu que podia dar o seu contributo para o mundo do hip-hop. Agora com 40, e no estúdio há 10 anos, a sua paixão pelo rap surgiu nos anos 90, quando as parabólicas chegaram a Portugal e teve acesso à MTV. Identificando-se logo com os beats nos vídeos, e mesmo não entendendo o inglês, foi logo contagiado pela magia da cultura.

O que te levou a aventurares-te na música?   

Aos 13 comecei a escrever umas rimas, já tinha vontade de fazer Rap. Mas era ainda muito imaturo, sem a determinação de fazer acontecer algo sério e sólido. Aos 30 já tinha 2 cadernos A4 carregados de rimas, foi nessa altura que decidi entrar na brincadeira. Achei que era capaz de fazer Rap equivalente àquele que ouvia, organizei os meus arquivos e levei para o estúdio. Agora estou tão viciado com o processo que já faz parte da rotina.

Como tem sido o feedback do pessoal à tua música?

O Rap sempre foi um hobbie para mim, confesso que foi o feedback positivo que me manteve no estúdio durante estes últimos 10 anos. A minha função é despertar algum tipo de emoção com a minha música, mesmo se for só a uma pessoa, já fui bem sucedido.

Quais as tuas maiores influências dentro da cultura?

É muito difícil e injusto escolher nomes. Vivi a “Golden Era” do Hip Hop, foram muitos artistas que me inspiraram e ensinaram a função da Cultura. Aprendi o que quero ser e o que não quero para mim, é definitivamente o espelho da sociedade.

Onde gostavas de chegar com a música? Tens algum objetivo já estabelecido?

O Rap preenche os meus tempos livres, faço por paixão. Estou a mostrar ao público o Rap pelo qual eu me apaixonei. Estou apenas a oferecer a minha existência à Cultura, não procuro nada em troca, já tenho a minha fonte de rendimento. Enquanto sentir prazer e houver possibilidades, irei sempre escrever e gravar sons para partilhar com o pessoal.

Consegues revelar algum projeto que esteja para sair, se é que estás a pensar nisso?

Desde Janeiro de 2020 que estou a lançar vídeos do meu segundo álbum “Hip Hop Messiah”, irá sair ainda este ano. Como não quero pressões naquilo que faço por diversão, gosto de estar sempre um passo à frente, já tenho o próximo álbum projetado, mas ainda sem datas de lançamento.

Leave a Comment