Hip Hop Rádio

Hard Club: o “Malibu” de Portugal

Não #FFFFFFaltou nada: os putos malucos da cabeça foram suficientes.

Resumidos às 4 paredes da sala 1 do Hard Club foi numa festa privada que a paranóia de todos os presentes veio ao de cima como uma trip espiritual.
O game estava longe de ser morto, mas o roupeiro já estava limpo e só faltava o G.G.O.A.T (com double G) fazer magia.

Há expressões corporais que falam por si e sem dúvida que a do Super Mário é uma delas: o à vontade e a dicotomia da atitude (preponderante mas nada desumilde) faz de ti o xamã mais respeitado desta profecia.
Submerso num oceano de sinestesia, o publico estava em êxtase à espera do Hino que tu és.. Se houve algo que se esperou no dia 15 de Março de 2019 foi sem dúvida a tua entrada. E lá entraste tu: todas as cores viviam na tua roupa branca que contrastavam com os teus típicos óculos pretos. Haverá melhor reflexo da tua personalidade? Se calhar sim, mas se calhar não.

“Esta é para os putos do porto que é onde me sinto em casa”

A tua casa será para sempre a nossa galáxia favorita, onde nós estamos na nossa, onde nós estamos bem.

Com o terceiro olho bem aberto, a team fez o Gwapo. Mike EL Nite, Yuzi e Fénix tiveram presentes para serem cúmplices da emoção com que o nosso Espectro, ProfJam, vive a música.

Nunca uma água de coco soube tão bem como naquela noite tão quente e energética, nunca uma t-shirt oferecida por alguém do público fez tão sentido. Queq queremos? Pacotes de mortalhas no bolso para só para por o rap na mortalha. O resto vem por acréscimo.

Não és puro, és misturado e é por isso que… Se um puto brilha, esse puto és tu.

Foto-galeria, por Ana Rita Félix, para ver aqui.

Artigo por Rita Carvalho.

Leave a Comment