Hip Hop Rádio

“AQUELAS VIBES DE SÁBADO À NOITE” -TOKYO URBAN VIBES #7

Artigo por André Andrade

Fotografias por André Batista


Mais uma noite de urban vibes no Tokyo e tal como já nos habituaram, mais uma noite de bom hip-hop e as suas vertentes!

A noite começava com um Dj que já nos é conhecido da primeira edição desta festa: Dj Riskit, foi aquecendo o público com clássicos como Gangsta’s paradise de Coolio , 50 cent, Drake e passando ainda por Not3s, Frank Ocean e apesar do registo ser maioritariamente internacional também houve lugar para Richie Campbell e as suas batidas mais afro da sua recente música- slowly. O Tokyo foi enchendo e quando chegou a vez da Banda Rolézinho subir ao palco a casa estava composta.

Guitarras, baixos e vozes afinadas a Rolézinho Band começa logo acompanhada por Easy B, o MC de Lisboa que se caracteriza maioritariamente pelas suas músicas de amor que o comprova logo com a primeira música, que dedica a todas as mulheres difíceis. O público vai sentindo a música e o rapper avança para mais um dos seus hits: “99 problemas”, no qual houve até espaço para uma das mulheres presentes subir ao palco e acompanhar o artista. A atuação de Easy B vai culminar na apresentação do próximo single que vai apresentar ao público “Fuck Them” e com MC Ary a afirmar que este é um dos mais importantes artistas e songwriters no que diz respeito a músicas de amor.

          

Antes de sair do palco Easy B apresenta ainda o próximo artista a ocupar o seu lugar e o esperado de muitos dos presentes: Nasty Factor vem trazer à noite do Tokyo um cheirinho do seu mais recente albúm a solo “adrenalina” e desde logo se vê que está a jogar em casa quando o público começa a gritar o código postal do artista dos Grognation, 2725. Passa por sons como “guita” que tem na sua versão original a participação de Bispo, seguindo para “tavas enganado” tendo neste a companhia de Truekey, o rapper de Odivelas. E claro, acaba a sua performance com o seu single mais recente “escáfia” numa versão assumidamente punk, porque como o próprio afirma “há beats muito difícies de reproduzir sem um computador”.

Para fechar a noite Dj Riskit toma mais uma vez as rédeas com uma casa que vai esvaziando aos poucos com um público que, ao som de Eminem, Post Malone e outros, sai satisfeito e certamente pronto para o próximo sábado e aquilo que este lhe reservar!

 

Leave a Comment